Trabalhadores da Educação Estadual do Piauí entram em greve e unificam luta com os municipais


O trabalhadores da educação estadual do Piauí deflagraram greve por tempo indeterminado em assembleia geral realizada na manhã desta segunda-feira, 27 de fevereiro.  Na pauta de reivindicações está o cumprimento da Lei do Piso Nacional do Magistério, que determina que desde janeiro o valor seja de R$ 1.937,26 e a redução da jornada em sala de aula para  2/3 das cargas horárias totais dos docentes.

O servidores da educação estadual na mesmo assembleia decidiram também unificar luta com os servidores da educação municipal de Teresina e a partir de agora irão agir de forma conjunta.  O primeiro ato acontecerá na assembleia dos municipais de amanhã, 28.  Também está prevista uma assembleia unificada para a próxima quinta, primeiro de março, que acontecerá no Teatro de Arena e deverá ser referendada amanhã.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.