Ameaça de corte de ponto é TERRORISMO BARATO!


O prefeito Elmano Férrer (PTB) e o secretário Paulo Machado estão anunciado que a greve dos servidores da educação municipal é ilegal e que irão cortar o ponto dos servidores que não voltaram para seus locais de trabalho.

É mais uma mentira do #ElmanoMaiorMentirosodoMundo

Não há ilegalidade, pois NÃO EXISTE APRECIAÇÃO DO MÉRITO DA QUESTÃO, ou seja, os profissionais lutam pelo CUMPRIMENTO POR PARTE DA PMT DE UMA LEI FEDERAL, referente ao piso nacional e do cumprimento do 1/3 Horário Pedagógico destinado às atividades  extraclasse. O que dá legitimidade ao movimento grevista.

Nem mesmo o Sindicato foi ouvido pelo desembargador que proferiu a decisão. O texto encaminhado pela justiça trata da solicitação de suspensão com pena de multa para o SINDSERM. O SINDSERM já está recorrendo da decisão.

Outra forma de terrorismo implementada pela PMT é que irá fazer o corte do ponto dos servidores que não voltarem à sala de aula.

Não há nenhuma determinação legal de corte de ponto. O texto da decisão do desembargador Sebastião Ribeiro Martins é muito claro: “Deixo de analisar o pedido de desconto dos dias trabalhados, neste momento, uma vez que, em ora haja previsão legal de tal medida, observa-se a possibilidade de reposição efetiva das aulas.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!