Servidores municipais de Teresina mantém greve e ocupam a SEMEC!


Fonte: Portal 180graus
Em greve há mais de dois meses, reivindicando pelo piso salarial, os professores da rede pública estadual e municipal de ensino resolveram intensificar o movimento nesta sexta-feira (13/04). Um grupo de manifestantes do município levou pneus para a avenida Frei Serafim, atrás da igreja São Benedito, no trecho próximo ao Palácio de Karnak, Centro de Teresina, e ateou fogo.
O movimento praticamente parou uma das regiões mais movimentadas do Centro da capital piauiense, na avenida Frei Serafim, em pleno horário de pico, quando as pessoas estavam saindo para o trabalho. Além de tocarem fogo, os manifestantes fazem um ato com apitaço. Logo em seguida eles seguiram pela Praça do Fripisa, rua Areolino de Abreu, até chegar a sede da Secretaria Municipal de Educação (Semec).
Na Semec ele foram recebidos por policiais militares que trancaram a entrada da secretaria, mas os professores pularam a mureta e entraram, só depois o portão foi aberto. Quando uma professora subiu para tirar fotos no andar de cima, foi empurrada por policiais, o que acabou gerando uma grande confusão entre PM e manifestantes. Houve empurra-empurra e chutes por parte dos PM's.
Por fim os professores conseguiram entrar dentro da secretaria, já com os ânimos alterados. Eles Tomaram os setores da Semec, e apesar da PM ter impedido, eles entraram nas salas e por fim chegaram ao gabinete do secretário Paulo Machado. Os professores sentaram no sofá, tomaram água do frigobar, colocaram cartazes e picharam na parede ‘Fora Machado’. 
Apesar das negociações com a polícia e representantes, os professores decidiram continuar no gabinete até serem recebidos pelo secretário. 
O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindserm), Sinésio Soares, afirma que devido o não cumprimento da lei por parte do prefeito Elmano Férrer, a greve continua. “Esse prefeito está agindo de forma ilegal, os professores estão apenas exigindo o seu direito. O secretário Paulo Machado, empresário da iniciativa privada, nem tem valorizado a classe”, disse.

A Rone esteve no local, entrou no gabinete, conversou com alguma pessoas da secretaria e PM’s e depois se retirou.
O secretário Paulo Machado informou através da sua assessoria que o mesmo se encontra no aeroporto de Teresina onde embarcará para São Paulo onde participará de uma apresentação da Escola do Teatro Bolshoi. 
AGUARDE MAIS FOTOS E INFORMAÇÕES EM INSTANTES






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!