Após greve, servidores(as) do Raul Bacelar conseguem vitória.


Os(as) servidores(as) do Centro de Diagnóstico por Exames Dr. Raul Bacelar fizeram uma manifestação em frente à sede da Fundação Municipal de Saúde (FMS), nesta quarta, 21. O objetivo do ato era forçar uma reunião entre a comissão de negociação dos(as) servidores(as) do Raul Bacelar e o presidente daquela Fundação, o médico José Ayrton.  A categoria está em greve desde sexta-feira, 16,  por conta do atraso no pagamento da gratificação por produtividade por excedente, eles não recebem desde janeiro.

Objetivo alcançado
José Ayrton recebeu os
(as) servidores(as), e garantiu que pagará a gratificação  até a próxima sexta-feira, dia 23.  A administração da FMS afirma que, a gratificação recebida pelos(as) servidores(as) daquele laboratório, estaria irregular e que pretende regularizá-la.

Uma equipe da FMS se comprometeu de, na próxima semana, ir até o laboratório Raul Bacelar, localizado na zona sul de Teresina, para ver a realidade dos trabalhadores do local. "O que nos chama atenção é que depois de tanto tempo, e pela importância que tem o Raul Bacelar, só agora a administração vai querer conhecer a realidade do Laboratório" afirma uma servidora que fez parte da comissão de negociação"Só voltaremos às nossas atividades depois que a gratificação seja depositada na conta dos servidores. Para a partir daí tirar outros encaminhamentos" esclarece ela.  



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.