ABAIXO A REPRESSÃO E TRUCULÊNCIA DA POLÍCIA DE WILSON MARTINS (PSB) A SERVIÇO DE ELMANO FÉRRER (PTB)

por Sinésio Soares, quarta, 4 de Janeiro de 2012 às 01:37

REVOGAÇÃO IMEDIATA DO AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS!

ABAIXO A REPRESSÃO E TRUCULÊNCIA POLICIAIS!

INTEGRAÇÃO DE VERDADE, SEM AUMENTO DA PASSAGEM E COM TARIFA ÚNICA!


Estudantes, trabalhadores e trabalhadoras na manhã do dia 3 de janeiro foram novamente às ruas de Teresina protestar contra o aumento abusivo da tarifa de ônibus e a falsa integração do transporte imposta pelo prefeito Elmano Férrer. A manifestação seguia pacífica, até a chegada da tropa de choque da Polícia Militar, do governo Wilson Martins (PSB), a pedido do prefeito Elmano Férrer (PTB).

Enquanto os manifestantes seguiam apenas com bandeiras, cartazes e gritos de palavras de ordem, a polícia começou a atirar balas de borracha à queima roupa, bombas de efeito moral e gás de pimenta e uso de cacetetes para reprimir o movimento. Pessoas saíram feridas, outras com os dentes quebrados, o motorista do carro de som foi espancado e 18 estudantes, dentre eles menores de idade, foram presos. Também houve disparos de tiros de armas de fogo.

A truculência ultrapassou todos os limites. Além da Tropa de Choque da PM, cumprindo o papel de agente repressivo do Estado, foi utilizada uma milícia privada chamada CETSEG contratada pelo SETUT (Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina), que atuou em paralelo com a polícia, agredindo e prendendo manifestantes.

O Fórum Estadual em Defesa do Transporte Público, composto por diversas organizações dos movimentos sindical, estudantil e popular, repudia a atitude covarde e repressiva do governador Wilson Martins(PSB) e do prefeito Elmano Férrer(PTB) de prender e agredir brutalmente pessoas, principalmente jovens e adolescentes secundaristas, em uma manifestação pacífica. Repudia ainda mais a cumplicidade do estado com essa máfia dos empresários do SETUT junto à prefeitura, a ponto de permitir que empresários coloquem seus "jagunços particulares" atuando conjuntamente com a força repressiva do Estado, numa milícia privada para violentar ativistas numa manifestação pública e pacífica.

A luta do Fórum, ao lado da juventude e da população trabalhadora de Teresina, segue em defesa do transporte público de boa qualidade, contra o aumento da tarifa, por uma integração de verdade, que contemple as necessidades dos passageiros/as, pelo passe-livre para estudantes e desempregados e pela municipalização do serviço de transporte público.

Mesmo com as ameaças veiculadas através da imprensa as mobilizações contra o aumento vão continuar!

Fórum Estadual em Defesa do Transporte Público

Teresina, 3 de janeiro de 2012

Comentários

  1. as autoridades públicas, como o Ministério Público tem que se manifestar com redicalidade também contra os abusos da PM e destas autoridades que apoiam estas truculências destes covardes de uniforme...

    a OAB tem que está nas ruas de teresina verificando os abusos da polícia... de modo que, se estes exercerem a repressão de forma ilegal, a OAB e Ministério Público precisam presenciar e depois, munidos de provas empíricas, denunciar a repressão do EStado... se ficar os estudante sozinhos de nada adiantará... vão só apanhar, vão ser saco de porrada da polícia... se não tiverem o aopio daqueles que estão, de forma institucional, obrigados a proteger os direitos do cidadão

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.