Prefeitura ignora pedido de reunião do Fórum

A prefeitura de Teresina (PMT) assumiu o discurso que o movimento #contraoaumentoTHE não estava aberto ao diálogo. À imprensa, o prefeito Elmano Férrer (PTB) declarou que nenhum grupo o procurou para negociar.

Nove dias de manifestações depois – em 12/01 –, a Secretaria de Comunicação da PMT emite nota informando que “líderes estudantis” solicitaram reunião para dialogar sobre o sistema de transporte público da capital.

Afirmando que “sempre esteve aberta ao diálogo e tem tratado o transporte público com transparência e participação democrática da sociedade”, a PMT diz que o encontro será agendado.

Na mídia local, tal comunicado repercutiu como “a primeira tentativa de negociação entre prefeitura e estudantes”.

Pois bem, três dias antes de Une, Ubes, Dce/Ufpi, Dce/Ifpi, Dce/Fsa, Cde/Ceut, Dce/Cet, Umes, Umest, Ccep e LVJ solicitarem o tal encontro, o Fórum Estadual em Defesa do Transporte Público já havia solicitado reunião com o mesmo teor.

Entretanto, o documento [imagem abaixo] foi solenemente ignorado pelo prefeito Elmano Férrer e toda a sua equipe.




O ideal é agendar uma grande reunião com todos os grupos que compõem o movimento #contraoaumentoTHE, incluindo não apenas partidos e grupos ligados à administração municipal. E desarmar o espírito para negociar e, se for o caso, retroceder em alguns pontos reivindicados.

Enquanto isso não acontecer, o rótulo de "gestão transparente e democrática” não tem razão de existir.



Fonte: Pisei Chão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Afinal o que é o HP?

Não existe obrigatoriedade dos 200 dias letivos para os(as) professoras que trabalham nas CMEIs.

O ATAQUE AO RECREIO; O DESCANSO DE VOZ DOS PROFESSORES, - MAIS UM GOLPE DO SECRETÁRIO (DES) EDUCAÇÃO KLÉBER MONTEZUMA AO DIREITO DOS TRABALHADORES DO MAGISTÉRIO MUNICIPAL!